INFLUÊNCIA DE ADJUVANTES NO ESPECTRO DE GOTAS DE PONTA COM INDUÇÃO DE AR

Influência de adjuvantes no espectro de gotas de ponta

O presente trabalho teve por objetivo verificar a interferência de adjuvantes no desempenho de uma ponta com indução de ar quanto ao espectro de gotas formado. Para o estudo foram utilizadas nove caldas, sendo uma composta apenas por água e oito soluções contendo adjuvantes solubilizados em concentrações recomendadas por seus fabricantes: óleo mineral (Nimbus®), óleo vegetal (Óleo VegetalNortox), mistura de lecitina e ácido propiônico (Li-700®), nonilfenoxi poli etanol (Agral®), nonil fenol etoxilado (In-Tec® e Antideriva), copolímero de poliéster e silicone (Silwet® L-77 Ag) e lauril éter sulfato de sódio (TA 35). Utilizou-se uma ponta jato plano com indução de ar modelo Guardian Air (Hypro®) 11003. O estudo foi realizado no Laboratório de Análise do Tamanho de Partícula (LAPAR), localizado no Departamento de Fitossanidade da FCAV/UNESP, Campus de Jaboticabal – SP. As características do espectro de gotas (diâmetro mediano volumétrico/DMV, percentual de gotas menores do que 100 micrometros e amplitude relativa foram determinadas com um analisador de tamanho de partículas por difração de raios laserMastersizer S (MalvernInstruments). Para análise estatística os valores das médias dos tratamentos foram comparados pelo Intervalo de Confiança a 5 % de probabilidade (IC95%). 

Os resultados mostraram que para a ponta com indução ar Guardian Air 11003 os óleos adjuvantes (Óleo Vegetal Nortox e Nimbus®) apresentaram maior capacidade no aumento do DMV na comparação com produtos a base de surfatantes. O percentual de gotas abaixo de 100 μm foi menor para os adjuvantes Agral®, Antideriva, In-Tec®eTA 35, em comparação ao Óleo Vegetal Nortox e ao Li-700®. A amplitude relativa foi maior para os adjuvantes a base de óleo (Óleo Vegetal Nortox e Nimbus®), sendo o menor valor encontrado para o adjuvante a base de lauril éter (TA 35®), indicando potencial de melhoria na qualidade do espectro de gotas da ponta Hypro® GA 11003.

Palavras-chave: tecnologia de aplicação, deriva, diâmetro mediano volumétrico (DMV).

Alisson Augusto Barbieri Mota2 e Ulisses Rocha Antuniassi3

1 Parte da dissertação de mestrado do primeiro autor intitulada: Quantificação do ar incluído e espectro de gotas de pontas de pulverização em aplicações com adjuvantes.
2 Engº. Agrônomo, Aluno do Programa de Pós-Graduação em Agronomia – Energia na Agricultura – Departamento de Engenharia Rural FCA/UNESP, Botucatu/SP. 
3 Engº. Agrônomo, Orientador e Prof. Titular, Departamento de Engenharia Rural, FCA/UNESP.

Basta preencher o formulário abaixo para receber o artigo em seu e-mail.